Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Les rêves que m'apportent tes yeux


  Um dia decidi seguir e ir buscar meus sorrisos em lugares distantes dos que você costumava caminhar.
  Corri por todas as estradas tortas que pareciam não ter fim e hoje tenho mil histórias pra contar sobre o que pode ser o amanhã. Mas só o que eu quero te dizer é que ele realmente não importa, assim como “o que está feito, está feito”.
  Escrevi incontáveis linhas sobre saudade e isso funcionou por algum tempo, até que eu passei a precisar do que estava dentro delas. E não foi difícil buscar, já que sempre esteve por perto e podia me sentir de alguma forma.
  E mesmo que ninguém entendesse, eu tinha paz na sua felicidade e você sorria com a minha. Aprendi a ler os seus gestos e você descobriu quem sou eu, juntas construímos uma casinha amarela com janelas e portas vermelhas pra que a nossa amizade pudesse morar. Foi mais que amor e nada que eu vá conseguir explicar. Era algo que me permitiu ter o que sempre quis livre no vento e preso nos versos das nossas canções.
  É verdade que eu andei pra longe e que, mesmo no longe, você está e ainda posso ver todos os meus sonhos desenhados em castanho escuro, dentro da íris dos teus olhos. Ah! Não sei se é certo, mas já me sinto contando os passos de volta pro seu coração.

5 comentários:

Jão disse...

Que lindo texto...ao que me parece um reencontro está proximo, sentir saudades é uma das mais belas provas de amor...e um sentimento (seja ele qual for) que resite ao tempo e a distancia com toda certeza será eterno e especial.

bjs aninha

saudades!!!!

Filipe disse...

Ai que lindo!!
To mais é sabendo que está proximo....
que só ver no que vai dar isso tudo, adoro os olhos desenhados em castanho escuro tambem.
Beijos amor!!!

Joyce disse...

...lindo,estonteante.....


pelo que vejo a caminhada está em ritmo de volta a bons tempos de sorrisos,de felicidade e amor....

a saudade é boa até um certo ponto,até o ponto em que não precisamos do que está dentro dela....e se o amor sorri,se ele ultrapassa a saudade,vambora ao encontro dele....vambora ser feliz!!!


lindo ana.....

Vito disse...

Humm...mas que coisa, o futuro é tão importante quanto o passado!(?)
A diferença é que o privilégio do primeiro em relação ao segundo nos deixa sem chão...
Ao passo que, o passado em detrimento do futuro nos dá força, solidez e constância!
Acho, Ana, que voce está começando a alcançar o meio termo, apesar do maravilhoso tormento que estes belos olhos castanhos escuros lhe proporcionam!
Mtos beijos, daquele que usa ponderação e coração pra entender suas (e nossas!) complexidades...

@philipsouza disse...

Saudações,

venho por meio da Joyce, do Horas Absurdas, te convocar Cecilia, junto ao blog Twited Logic, a entrar numa fria. No blog Entrando Numa Fria, você irá batalhar, comigo, em 15 perguntas, que as respostas serão postadas no blog. Peço que me responda o mais rapido possivel para lhe mandar as regras e seu aceite final. Caso para mais detalhes, entre no ENF, e busque os ultimos meses no quadro Entrando VC numa fria.

Caso afirmativo, após a indicação da Joyce, peço seu e mail, para contato.

Sobre o texto, sem comparação mesmo, vc mostrou escrever com o coração.

Bjos
att:

Philip Rangel
Editor Chefe ENF

Postar um comentário