Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

sábado, 7 de agosto de 2010

No regrets

Outro copo de vinho, mais um cigarro na mão,
Duas linhas escritas de um poema bobo.
Uma lembrança boa dançando na memória,
Um meio sorriso insistindo em aparecer...

Meio copo de vinho, o cigarro queimando,
E as lembranças chegam com vigor.
Um completo sorrir ao lembrar nossa história,
lindas linhas de um poema ebrio.

Um copo vazio e o gosto amargo do cigarro.
Gosto que lembra os lábios que me tiravam o chão.
Agora a fumaça leva tudo o que um dia foi lagrima
e me resta o cinzeiro de lembranças apagadas.

5 comentários:

Vito disse...

Lindão!
Adorei Ana...principalmente a sinestesia do amargo com o beijo. As lembranças são mesmo bem sorrateiras, surpreendendo-nos em momentos simples!
E é nestes momentos simples que percebo que estas belas lembranças, que antes viviam pairando sobre seus pensamentos, lutam para nele permanecer, ocupar um lugar pequeno na sua realidade. Pequeno mais importante por fazer rir, chorar e lembrar de quem somos.
Que lembrancinha perspicaz!
Faz-se complexa nas coisas mais simples.

Jão disse...

Primeira parceria. Na verdade mais atrapalhei que ajudei. Fico massa aninha, gostei deveras do nosso texto. Ultimamente a vida tem passado de cigarro em cigarro. As veses e dificil, as lembranças chegam e tudo fica meio cinza, mais isso é passageiro. Here comes the sun

joyce domingos disse...

coisa linda,minha querida...da foto até o ponto final...

triste,doído...como um soco no estômago.

não tem jeito: lembranças são mesmo traiçoeiras....a gente não quer e lá estão elas a nos carinhar secretamente....ou mesmo a nos machucar....

as vezes por mais cigarros queimados(amargos ou doces),as lembranças ficam...por mais que a fumaça as leve por um momento com o vento... [...]

amei,darling!

faça mais poesia,vc já é a própria,como te disse uma vez^^

bjka

Filipe disse...

Descreve bem uma pessoa depressiva e viciada.. uahuah (zuando)
Gostei...
Quais seriam as lembraças apagadas?!
Beijos!

Xael disse...

as lembraças, essas doloridas ou nao.. que nos faz reviver coisas que nem poderia imaginar que estavam ali.. o copo de vinho e o cigarro sempre estara de volta.. assim como novas lembranças.. elas voltaram se assim for preciso.. deixe o vinho te alucinar e fazer com que as lembranças nao passe de apenas isso.. e faça do cigarro um palito de fosforo que ao terminar de queimar nao sera nada alem de cinzas.. e no final quando já estiver sóbrio, assopre toda as cinzas, deixando o vento levar.. e assim vira novas lembraças..

Postar um comentário