Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

domingo, 6 de junho de 2010

Sous le ciel de Paris

      Ela se sentou no sofá da sala, colocou as pernas pra cima e segurou um copo de chocolate com as duas mãos esperando que ele as aquecesse. Olhando pela janela, via os tons pálidos de um outono mais frio do que o normal, mas ainda assim incrivelmente lindo. Talvez ele estivesse enfeitado pelos olhos dela.
      Na TV só o normal de domingo à noite, então colocou música pra ouvir. Era uma daquelas canções despretensiosas que chegam e te pegam de assalto, ainda que você já as conheça. Cantarolou um ou dois versos e sorriu imersa em pensamentos resgatados de um canto quente do próprio coração.
      Ela foi se ajeitando embaixo de um cobertor e fechou os olhos. Era incrível, podia até sentir o cheiro doce de um perfume que conhecia muito bem.
     O celular tocou num canto e ela correu até ele. Era uma mensagem que dizia: “Já falei hoje que eu te amo?”. Uma frase curta que teve o poder de aquecer seu corpo todo, preenchendo-o com a mais doce sensação de felicidade. Algumas palavras que trouxeram a primavera até aquela pequena sala e fizeram com que se sentisse sob o céu de Paris. E ela respondeu: “Ainda não...”.
     Tornou a se jogou no sofá e ficou lendo e relendo, sentindo aquela sensação gostosa na barriga, que lembra mil borboletinhas batendo assas. O dia tinha mudado, o sabor das coisas muda mesmo quando a gente ama. E foi pensando assim que caiu no sono, ali mesmo.
     Três batidas na porta da frente foram suficientes para que despertasse do sono leve. Levantou cambaleando e foi ver quem era. Quando a porta se abriu a primavera se tornou verão quente e a luz do sol vinha do sorriso da outra garota de pé na porta. A mão dela veio até seu rosto e os dedos estavam frios, mas ela não se importou. Os corpos se encontraram num abraço carregado de significado mudo e eles ficavam bem assim, amorosamente encaixados. E os corações que pareciam esperar tanto por aquele momento podiam bater compassados agora.
    Esse silêncio breve foi rompido por um sussurro mágico: ‘Eu vim pra te dizer o quanto é importante você saber que eu te amo”.

12 comentários:

Dayanne Andrade disse...

Poxa xuh!!! assim vc que mesmo acabar comigo né... hauahuahau... é sempre bom ouvir de quem se gosta estas palavrinhas magicas... o xuh!!! parabens viu... ficou lindo... como sempre! mexeu freneticamente com meus sentimentos...

Jão disse...

Eu te amo é uma frase que eu diria nobre, tão bom sentir-se assim né. Feliz por vc flor, deveras feliz pois você merece.

Lembra quando conversava-mos e eu te falava pra ter calma que tudo ia se ajeitar.

tudo em paz minha querida e que continue assim por muito tempo.

Xael disse...

humm o amor.. o doce e caloroso amor.. quem dera poder levatar os pes, e se esquentar apenas com um copo de chocolate quente.. mas quem disse q pra demonstrar o amor precisa descer montanhas?? correr milhares de quilometros?? e ate msm cortar os pulsos?? pra demonstrar o verdadeiro amor.. sendo verdadeiro e sincero basta uma palavra uma msg.. nao tem nada melhor q do nada ouvir um sussuro bem baixinho no pé da orelha dizendo EU TE AMO.. o amor é a melhor coisa da vida se ele for correspondido.. mas o dificio é achar a pessoa certa.. mas quem disse q existe pessoa certa?? existe apenas amor.. vamos amar, e talvez ser amado.. mas o importante é saber q o amor existe.. msm nao sendo usado ou correspondido..

Vito disse...

Nem o céu mais nublado, o penhasco mais profundo e a escuridão mais tenebrosa pode apagar a força de um sorriso apaixonado...Linda manifestação, Ana, conquanto devemos continuar a exercitar o amor, para que permaneça assim, sem limites e inevitável, aos olhos de quem pode senti-lo e sobretudo criando em nossas vidas novos sentidos, deslizando, deslocando e modificando aquilo que tem que ser mudado e perpetuando o que deve ser preservado.

João disse...

Uau!!!
Maravilhoso!
Eita amor!!!

Thales disse...

Tá apaixonada, Vó?! Pra escrever desse jeito, é impossível não estar. Parece que vc relatou uma cena cotidiana, de filme: bela! Gostei, gostei de verdade! Sabia, que ainda eu não comente, eu tô sempre passando aki e lendo as coisas que vc escreve; e tenho adorado sempre! Beijos!

Filipe disse...

Tardes de outono são sempre melancólicas mas quando se ama tudo é lindo e romântico..
hahaha
Adorei !
beijos!!

joyce domingos disse...

lendo este seu conto me senti de verdade embalada pela som de paris....algo como o outono : aquele vento frio e as folhas caindo que remetem a uma beleza indescritível...

e mais indescritível é o efeito arrebatador que o amor faz em nossa vida....ela fica cor-de-rosa...


e ao ler vc eu senti o clima ficar cor de rosa,vermelho,em mil cores...em suma,nas cores do amor...

....ai,ai....deu vontade de levantar e ser feliz a cantar....

..Quand il me prend dans ses bras
Il me parle tout bas,
Je vois la vie en rose.
Il me dit des mots d'amour,
Des mots de tous les jours,
Et ça m'fait quelque chose.
Il est entré dans mon coeur
Une part de bonheur
Dont je connais la cause.
C'est lui pour moi,
Moi pour lui dans la vie,
Il me l'a dit, l'a juré
Pour la vie.
Et dès que je l'apercois
Alors je sens en moi
Mon coeur qui bat....♫♪

vc esta extrapolando na emoção como sempre...e qto mais vc escreve,mais me deleito....


bj!

Vivi disse...

UOU... L-I-N-D-O de morrer *-* como te disse nega, esse texto se encaixou direitinho em mim =s pequenas atitudes valem demais né?! caramba! É foda..

Tá lindo amr...
(L)

Ju disse...

Que liiindo, mãe!
Vc consegue expressar muito romantismo nos seus posts narrados. Daria um bom romance com certeza! Vc já pensou nisso? Só bolar o enredo pra conectar todas essas cenas lindas do seu blog carregado de sentimento!
Beijo, adoro te ler.

kel disse...

amooor.....lindo isso! adoro ler as coisas q vc escreve amooor.........te amo viu!!??? s2

Jaime Piedade Valente disse...

não podemos substituir a inteligência pelo amor, claro que não podemos

mas o amor coloca questões que nenhuma inteligência consegue responder

nenhuma? mas como posso eu ter ter a certeza disso? se calhar não é inteligente garantir isso - :)

Postar um comentário