Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Autant qu`un repentir

É estranho pensar em corpos próximos e olhos que não se encontram. Olhos que fogem procurando o sol, mas lá fora o céu está tão cinza... Ele parece pronto pra rachar e derramar chuva sobre os abismos que insistem em habitar meu peito. Ou será que sou eu quem os põe aqui dentro? Parece perda de tempo. Às vezes é melhor puxar as cortinas e não olhar pra fora, mas escondidos os olhos me resta o coração cansado, coração pesado... Resta a saudade de tudo que se pode querer pra si embora não se tenha força ou fé suficiente pra sonhar. Resta a pior decepção, aquela que se destina aos seus próprios olhos vistos num espelho feito de tudo em que nunca quis me tornar. Será natureza? E se for, o que é que transforma o homem? São questões pra responder quando eu crescer.

5 comentários:

joyce domingos disse...

...qdo escrevemos algo e publicamos,aquele texto tão pessoal já não lhe pertence...ele é de quem o lê...e agora este texto é muito meu....pois me bateu aqui no coração....

muito estranha a vida,o amor....para mim é muito estranho tbm esta história de corpos juntos e olhares separados.....seria perfeito se sempre os olhos,em comunhão com os corpos mirassem sempre na mesma direção...se tornassem um......
Se o céu é cinza,se as nuvens querem chorar,por certo esta tempestade não foi inventada...tempestades e abismos são criados com o tempo.....acho que de uma chuva que começou a derramar mas ainda não caiu toda.....ficaram resquícios dela.....e uma hora a tempestade desaba......e para o sol raiar de novo tem que chover tudo...tem que chover completo.....

deixa chover.....deixa passar......

o homem se transforma no dia-a -dia...seja adulto,seja criança.....

eu amo vc...mais uma vez vc me emocionou^^

Filipe disse...

Perdi talvez a hora,
Se já é hora de ir embora
Perdi minha vez, meu tempo de partir.. lalala etc e tals..... uhauahuahu
Ah gracinha eu gostei!
beijos amor.

Vito disse...

As vezes o movimento introspectivo é importante, quando fechamos a janela para o estranho e entendemos que, as vezes mais que o externo, lutamos para nos compreender e aceitar. Lindo Aninha, adoro quando vc fala da relacao alter/ego com tanta harmonia, ao mesmo tempo mostrando suas contradicoes.

Franciellen disse...

Gostei di mais...

Jão disse...

Guardar os olhos as veses é fundamental, se fechar um pouco pra tudo que está em volta, se concentrar somente em si...pensar, refletir, concertar, acho que quem transforma o homem é ele mesmo e o que carrega dentro do peito...


belo texto!!!

Postar um comentário